LISA KLEYPAS
DESEJO À MEIA-NOITE
OS HATHAWAYS 1

Após sofrer uma decepção amorosa, Amélia Hathaway perdeu as esperanças de se casar. Desde a morte dos pais, ela se dedica exclusivamente a cuidar dos quatro irmãos_ uma tarefa nada fácil, sobretudo porque Leo, o mais velho, anda desperdiçando dinheiro com mulheres, jogos e bebida.

Certa noite, quando sai em busca de Leo pelos redutos boêmios de Londres, Amélia conhece Cam Roham. Meio cigano, meio irlandês, Rohan é um homem difícil de se definir e, embora tenha ficado muito rico, nunca se acostumou com a vida na auto sociedade londrina.

Apesar de não conseguirem esconder a imediata atração que sentem, Rohan e Amélia ficam aliviados com a perspectiva de nunca mais se encontrarem. Mas parece que o destino já traçou outros planos.

Quando se muda com a familia para a propriedade recém- herdada em Hampshire, Amélia acredita que esse pode ser o início de uma vida melhor para os Hathaways. Mas não faz ideia de quantas dificuldades estão a sua espera.

E a maior delas é o reencontro com o sedutor Rohan, que parece determinado a ajuda-la a resolver seus problemas. Agora a idependente Amélia se verá dividida entre o orgulho e seus sentimentos.

Será que Rohan, um cigano que preza sua liberdade acima de tudo, estará disposto a abrir mão de suas raizes e se curvar à maior instituição de todos os tempos: o casamento?

Simplesmente apaixonante. Assim que descrevo esse livro. 
Uma noite, enquanto Amélia procurava seu irmão nos piores bairros de Londres conhece o cigano Cam Horan e uma atração surge entre os dois e ja no primeiro capítulo a tenção entre os dois fica claro" A mão de Cam deslizou até a nuca de Amélia e sua boca cobriu a dela. Amélia já tinha sido beijada antes por um homem por quem se apaixonara. Na verdade, não fazia tanto tempo assim. A dor da traição dele tinha sido tão profunda que ela jurou nunca mais permitir que outro homem se aproximasse.
Mas Cam Rohan não pedira seu consentimento nem lhe dera chance de protestar. Ela se enrijeceu e levou as mãos ao peito dele. Ele pareceu não notar sua objeção. Sua boca era suave e insistente. Passou um dos braços em volta dela, levantando-a ligeiramente enquanto a apertava contra seu corpo rígido.
A cada inspiração, ela sentia de forma mais intensa seu perfume_ a doçura do sabão de cera de abelha, um toque de sal em sua pele. O poder flexível de seu corpo a dominava e ela não conseguia evitar entregar-se a ele, permitir que a segurasse. Mais beijos, um começando antes que o anterior tivesse terminado_carícias secretas, carregadas de prazer e promessas".
Améia se muda com a família para outra propriedade onde acredita que poderão serem felizes sem as lembranças que tanto machucam. Já nos primeiros dias na casa nova, e com tanta coisa a ser feita, Amélia tem um encontro e tanto com Rohan. Entre encontros e desencontros, e a duvida de que lugar pertence, o cigano faz sua escolhe e decide ficar com Amélia.
Mas Amélia não é aquela mocinha que precisa de cuidados, ter irmãos precisando de ajuda e não ter dinheiro_nem casa_ é difícil mas Amélia não se rende.
Mas o tempo passa e a ficha começa a cair"naquele momento, enquanto atravessava a galeria de arte, com o olhar viajando pelas pinturas e esculturas, Amélia sentiu um terrível vazio interior. Não conseguia imaginar uma forma de se livrar daquele sentimento. Não era fome, nem medo, nem raiva. Não era exaustão nem temor. 
Era solidão. 
Besteira, repreendeu-se, caminhando por uma longa fileira de janelas que contemplavam um jardim lateral. Havia começado a chover, um cintilar frio e encharcado que caia sem parar sob o terreno e descia sobre a forma de riacho e enlameados em direção às colinas e às árvores. Não pode estar se sentindo solitária. não faz nem meio dia que ele partiu. E não há motivo para se sentir assim quando toda sua família esta aqui.
Era a primeira vez que sentia o tipo de solidão que não podia ser curada com a companhia de qualquer um".
Depois de uma prova de amor, Amélia se rende, abandonando totalmente o orgulho e não pensando só na sua família toma sua decisão que eu não vou contar para não estragar o final...


0 comentários:

Postar um comentário

Autora

Autora
Daiani, 24 anos, apaixonada pelos livros do Nicholas Sparks

Seguidores

Redes Sociais

Tecnologia do Blogger.

Categorias

Postagem em Destaque

(Resenha) Baía da Esperança- Jojo Moyes

Baía da Esperança,Jojo Moyes Título: Baía da Esperança Autora: Jojo Moyes Editora: Intrínseca Ano: 2015 Páginas:304 Liza nunca ...

Postagens Populares

RESENHA MAIS VISUALIZADA 1

RESENHA MAIS VISUALIZADA 1
Simplesmente Você

2

2
Livros que me fizeram chorar

3

3
Livros Para Ler Em Um Dia

4

4
Um Personagem em Minha Vida

5

5
As Vezes Olho Para O Céu E Te Vejo

Visualizações de página do mês passado