Resenha do filme e do livro (Atenção contem SPOILER!)


A menina que roubava livros é uma historia que se passa na Alemanha nazista, a protagonista, ou melhor, a mocinha e Liesel Meminger, por que a protagonista ou seria a narradora? Deste conto é ninguém menos que a própria Morte. Ela, a Morte, encontra Liesel por três vezes e por algum motivo se sente fascinada pela menina e acaba parando para  observa-la, e conta como foram estes encontros.

Liesel é  uma filha de comunistas, que foi dada em adoção a uma família de alemães para ser protegida das consequências das escolhas politica de seus pais biológicos. A vida de Liesel muda drasticamente a começar com a morte de seu irmão mais novo ainda no trajeto até a casa dos pais adotivos, no enterro de seu irmão a menina tem contato com seu primeiro livro, que vem a ser “O manual do coveiro” livro este perdido pelo aprendiz de coveiro que auxiliava no enterro do garotinho, e que Hans, o pai adotivo, vira a ler para uma Liesel muito interessada na magia contida nas pequenas letras gravadas no papel, cujas quais ela ainda não sabia decifrar.

Hans, como forma de ganhar a confiança e alegrar a menina lé todas as noites para ela, a principio o livrinho do coveiro e depois os ocasionais livros que pode comprar para ela, ele também é quem a ensina a ler.


Não foi fácil para a menina se acostumar com seu novo lar, ela queria fugir a principio, porem isso nunca aconteceu e ela aceitou aquele lugar como sua casa e aquelas pessoas como seus novos pais. Liesel faz alguns amigos na Rua Himmel, Rudy um garotinho muito arteiro e com o qual a menina rouba seu primeiro livro, Alex um judeu que a família adotiva da menina esconde no porão, Alex escreve um livro para Liesel, se utilizando folhas velhas pintadas de branco com letras e desenhos em tinta preta, um livro que muito agradou a menina.  


O filme não é delicado ou romântico, mas sim realista que mostra a dor das pessoas pelos mortos na guerra, e por acompanhar através da historia do filme a vida de algumas destas vitimas, por mais que se saiba que é algo fictício,  e impossível não sofrer também.

Para acabar a Morte conta seu ultimo encontro com a garota: O dia em que chega a Rua Himmel e leva todos os entes queridos da menina que viviam ali, e não á vê novamente até o dia inevitável em que teve de ir colher sua alma. Liesel, conta a Morte, não foi com relutância ao seu encontro, mas sim a acolheu como uma velha amiga.  

Fonte da imagem:http://domeuagrado.blogspot.com.br/2011_07_01_archive.html




2 comentários:

  1. Amei a resenha. Li o livro e sou louca pra ver o filme. Até hoje nao vi.. um beijão
    Estou seguindo o blog para mais resenhas <3

    www.vestidoetenis.com

    ResponderExcluir

Autora

Autora
Daiani, 24 anos, apaixonada pelos livros do Nicholas Sparks

Seguidores

Redes Sociais

Tecnologia do Blogger.

Postagem em Destaque

Resenha À Primeira Vista-Nicholas Sparks

Livro: À Primeira Vista Autor: Nicholas Sparks Editora: Arqueiro Ano:2005 Sinopse:Jeremy Marsh tinha três certezas: jamais se muda...

Postagens Populares

RESENHA MAIS VISUALIZADA 1

RESENHA MAIS VISUALIZADA 1
Simplesmente Você

2

2
Livros que me fizeram chorar

3

3
Livros Para Ler Em Um Dia

4

4
Um Personagem em Minha Vida

5

5
As Vezes Olho Para O Céu E Te Vejo

Visualizações de página do mês passado